fbpx

Pequenos Lotes

Pequenos Lotes

pequenos lotes

A fabricação de baixos volumes de peças pode ser financeiramente inviável para muitas empresas, principalmente as que desejam produzir apenas uma quantidade reduzida de lotes para testes de mercado e MVPs.

O ferramental dos moldes duráveis usados nos processos de produção em massa, como a injeção plástica, são. além de caros, lentos, podendo levar semanas ou em alguns casos, até meses para serem produzidos, impactando cronogramas e o time to market.

Isso é especialmente problemático em um mercado onde chegar primeiro pode fazer toda a diferença.

Os fabricantes tipicamente compensam o alto custo de produção inicial exigindo pedidos em larga escala com o objetivo de reduzir o custo por peça e aumentar a sua margem de lucro.

Apesar de essa ser uma boa estratégia para a fabricação de peças idênticas, ela não é muito eficaz quando existe a necessidade de peças especializadas ou de alta customização.

Recentemente, os avanços e desenvolvimentos tecnológicos na fabricação por manufatura aditiva, ou impressão 3D, permitiram a criação de peças com geometrias complexas e customizadas sem a necessidade do uso de moldes.

Esse avanço possibilitou a redução da exigência de volumes mínimos de produção e viabilizou a fabricação de até mesmo uma única peça por pedido.

A manufatura aditiva é ideal para a produção de pequenos lotes de peças, possibilitando a redução no leadtime e a aceleração da chegada do produto ao mercado, sem contar com a redução nos custos iniciais de produção e de manutenção de estoques físicos.

O QUE PODEMOS CONSIDERAR “BAIXO VOLUME”?

O número de peças que constitui uma produção em baixo volume varia de setor para setor. Porém, geralmente podemos considerar baixo volume a produção de 50 a até 50 mil unidades.

Na 3D data, temos capacidade de produção pequenos lotes que variam de 10 até 5000 unidades de uma mesma peça.

A produção em baixo volume é tipicamente mais rápida e permite que o seu produto chegue ao mercado muito mais rapidamente do que a produção em alto volume. No entanto, o leadtime dependerá de algumas variáveis como o número do total de peças do lote, seu tamanho, sua finalidade, tecnologia de fabricação utilizada e complexidade de geometria.

QUAL MATERIAL E PROCESSO DE PRODUÇÃO DEVO ESCOLHER?

A escolha do material e do processo de produção aditiva dependerá de três fatores importantes: a aplicação das peças, o material a ser utilizado e o seu cronograma.

×

Powered by WhatsApp Chat

×