fbpx

Impressão 3D com Policarbonato (PC) para peças mecânicas

Conheça um pouco mais sobre a impressão 3D com Policarbonato, material de engenharia muito utilizado para peças mecânicas na indústria.  

O que é o Policarbonato (PC)? 

O policarbonato é um polímero amorfo com cadeias longas de carbonato que são moldáveis quando aquecidos. 

Talvez você conheça o policarbonato na forma de placas transparentes usadas em coberturas de áreas externas.

A sua maior resistência ao impacto e o fato de não formar estilhaços em comparação ao vidro fazem do PC uma opção mais segura e amplamente adotada.  

 Propriedades físicas do Policarbonato (PC)  

Algumas das propriedades físicas que fazem desse material uma excelente opção para a fabricação de peças mecânicas são:  

  •  Resistência ao impacto; 
  • Resistência a altas temperaturas;
  • Alto índice de flexão sem quebras.  

Diferente do acrílico que é mais frágil e suscetível a riscar, o policarbonato possui as mesmas características óticas com maior resistência.

A manufatura tradicional utiliza o material para fabricar peças por meio da injeção, laminação, sopro, rotomoldagem, usinagem e extrusão.  

Aplicações da impressão 3D com policarbonato na indústria  

Com suas propriedades mecânicas, o PC torna-se a escolha ideal de material ao trabalhar com protótipos funcionais, peças de iluminação, projetos de engenharia com resistência ao desgaste e peças expostas a altas temperaturas.   

 A aplicação em pequenos lotes de peças em PC deve-se ao custo elevado de fabricação por injeção plástica e a necessidade de um material mais resistente que o convencional ABS.   

Portanto, o material é uma boa opção para a fabricação de sistemas de elevação de barras, travas roscadas, peças com efeito de dobradiça (como capas e braçadeiras).   

Todavia, ao adaptar as peças para a impressão 3D, você deve fazer uma adaptação de modo a corresponder com o ângulo de flexão exigido no projeto da peça.  

Características do PC para filamentos de impressão 3D   

 As utilizações de PC em filamentos ainda envolvem vários desafios como:  

  • Altas temperaturas de impressão, portanto, o seu uso em impressoras abertas não é recomendado. Para filamentos, a temperatura da mesa utilizada é de 120°C, enquanto o bico extrusor pode variar de 260°C até 310°C. 
  • Propensão a contrações, portanto, exige o uso de adesivos na mesa de impressão.  
  • Tendência a formação de pequenos fiapos na transição entre objetos (defeito conhecido como ooze).  
  • Absorção de umidade, o policarbonato é um material higroscópico, isto é, tem facilidade em absorver água. Absorção de umidade do ar causa defeitos de impressão e perda de acabamento superficial da peça.  

 Disponibilidade no mercado brasileiro 

Apesar de ser um material com muitas aplicações na indústria, o PC em forma de filamento é em grande parte importado e com preço elevado.

Hoje poucos fabricantes nacionais aventuram-se a produzir o filamento para fins de engenharia devido a sua faixa de temperatura elevada que limita a compra para impressoras de médio porte.   

Alguns fornecedores de matéria prima fabricam blendas de PC-ABS para melhorar as propriedades de impressão, com diminuição da temperatura de fusão e melhor adesão entre camadas.   

Recomendamos que você solicite ao fabricante o data sheet do material para ver se seu equipamento está adequado para o uso. 

Leia mais sobre materiais especiais 

Se você gostou desse artigo e tem interesse em saber mais sobre materiais especiais e suas aplicações, confira o nosso artigo sobre o uso da fibra de carbono na impressão 3D.

×