fbpx

Qual é o preço da impressão 3D e como calcular

Se você já solicitou um orçamento para uma peça de impressão 3D pode ter ficado confuso com a grande variedade de preço.

Mas, você sabe qual é o preço da impressão 3D e como calcular?

Leia o artigo e saiba um pouco mais qual é o preço da impressão 3D.

Mas como prestador de serviço calcula o preço da impressão 3D?

Há muitas variáveis que influenciam o preço final de uma peça impressa em 3D e fatores comerciais como o tamanho da empresa, seus custos fixos e concorrência também são considerados.

No entanto, podemos destacar três variáveis que influenciam diretamente o preço da peça final: a modelagem em 3D, a resolução ou qualidade da peça e  o material utilizado para imprimir em 3D.

Você tem o arquivo usado para a impressão 3D?

Para que as geometrias sejam impressas é necessário que o modelo tridimensional virtual (CAD) esteja no formato de arquivo apropriado. As impressoras comerciais trabalham com o formato .stl ou convertem os formatos habituais (step, parasolid, iges dentre outros). Sem o formato de arquivo apropriado não é possível fazer o fatiamento e a posterior impressão por camadas nas impressoras 3D.

Algumas áreas como a engenharia e arquitetura já trabalham com modelos 3D e por isso a exportação dos objetos torna-se um pouco mais fácil, já que a ferramenta de conversão está presente nos softwares comerciais. Digo um pouco mais fácil pois muitas vezes é necessário ajustar o CAD ou fechar pequenas imperfeições na superfície que impossibilitem a impressão 3D.

O que fazer quando você não tem o arquivo em 3D

Para outros clientes que não trabalhem em CAD existem repositórios gratuitos ou pagos que já disponibilizam os modelos no formato próprio para a impressão.

Se o colecionador quer reproduzir um objeto que só tem como referência uma imagem 2D, é necessário contratar um designer/cadista que consiga reproduzir o modelo tridimensional nas especificações desejadas.

Mas o que tudo isso tem a ver com o preço da minha impressão?

Simples, se a peça já é entregue pronta no formato apropriado, basta importá-la e imprimi-la, o preço será o custo das horas que levou para imprimir e o material gasto.

Caso a peça precise ser adequada, como nos casos da área da saúde, engenharia e arquitetura contabilizam-se as horas de um especialista que identifique as regiões a serem corrigidas e importe o modelo no formato próprio.

No último caso onde é necessário criar as peças, as horas de trabalho de um desenhista devem ser consideradas, pois serão dois trabalhos distintos, o de modelar a peça em software de CAD e o de imprimir.

A qualidade da peça

Com o modelo pronto, o próximo passo é a importação da geometria e a verificação da resolução que deseja-se imprimir.

No set-up da impressora 3D é possível ajustar a altura de cada camada impressa de acordo com a limitação de cada máquina e do acabamento superficial desejado.

Quanto maior a altura camada impressa, mais rápido o objeto será impresso, mas o acabamento superficial ficará mais grosseiro ou rugoso.

Por outro lado, quanto menor a altura da camada impressa, melhor o acabamento mas o tempo de impressão é muito alto.

Muitas vezes um ajuste intermediário já supre as necessidades do cliente, com um acabamento aceitável, nas dimensões desejadas e com um tempo de máquina razoável.

Discutir a resolução do projeto a ser impresso permite viabilizar um orçamento.

O material escolhido para a impressão

O material com certeza tem relação direta com o preço final da peça, já que permite o cálculo do valor pelo peso do material empregado. Os softwares que comandam as impressoras 3D fornecem a informação do filamento gasto.

Empresas brasileiras já produzem filamentos convencionais como o ABS e o PLA. Devido a alta disponibilidade de mercado, o seu preço tende a ser menor que outros.

Filamentos especiais importados estão suscetíveis a flutuação do dólar e a prazos de entrega maiores. A escolha do material deve ser feita de acordo com a necessidade de cada projeto.

O pós-processamento, como lixar, pintar ou atacar quimicamente também é um fator que pode aumentar o valor das peças, pois incluem serviços adicionais.

Para saber mais sobre diferenças entre materiais para impressão, visite a aba de materiais no site da 3D data.

Então, quanto custa a impressão 3d afinal?

A impressão 3d é uma tecnologia relativamente de baixo custo se comparada à outros métodos tradicionais de manufatura.

Porém, se compararmos com a injeção em plástico ou a usinagem, o preço final vai depender das variáveis que discutimos nessa postagem.

Além disso, cada empresa que presta serviços de impressão 3D terá os seus parâmetros de custo, que influenciarão no preço final.

Assim, os parâmetros principais que destacamos para determinar qual é o preço da impressão 3D da sua peça são:

  • a necessidade ou não da modelagem do arquivo em 3D;
  • a resolução da peça;
  • o material para fabricação.

Quando consultar uma empresa de serviço de impressão 3d, procure não somente conhecer o portfólio da empresa contratada e seu site, mas sempre que possível, visite a empresa e veja suas peças impressas, converse com seus consultores técnicos e seja claro sobre as suas necessidades e expectativas.

Quer saber mais sobre impressão 3D e quanto custará a impressão da sua peça?

Para saber o quanto custará a impressão 3D da sua peça, nada melhor do que entrar em contato com a 3D data e solicitar um orçamento!

Em menos de 24 horas nossa equipe entrará em contato e fornecerá um orçamento detalhado para a sua aplicação!

Mas, se você ainda não está pronto para solicitar um orçamento , nos envie um e-mail ou uma mensagem de WhatsApp que será um prazer tirar suas dúvidas sobre impressão 3D, seu projeto, materiais e tudo o mais que você precisar!

×

Powered by WhatsApp Chat

×